Perceções e ajustamentos dos Professores de Universidades Seniores nos contextos educacionais com pessoas idosas em Portugal

  • Ricardo Pocinho
  • Joäo Lacerda
  • Gisela Santos
Palabras clave: educação de adultos, universidades seniores, gerontologia educativa

Resumen

O envelhecimento demográfico é nos dias de hoje uma realidade indiscutível no contexto português, sendo o nosso país um dos mais envelhecidos do continente Europeu. Porém, não se pode olhar para este cenário como um problema, mas sobretudo como um desafio e uma oportunidade. Hoje é possível chegar a uma idade mais avançada de forma mais saudável, ativa e consciente, algo impensável num passado não tão longínquo. Portanto interessa defender que, se pretendemos que os nossos seniores vivam de forma plena a sua velhice, é primordial que as práticas gerontológicas assentem nos conhecimentos, já significativos, de várias áreas do saber, entre as quais, a Educação e formação de adultos e, nomeadamente, a Gerontologia Educativa. Assim, o presente artigo tem como objetivo perceber quais são as perceções que os professores nas Universidades Seniores de Portugal têm relativamente aos alunos seniores no contexto de aprendizagem percebendo quais as principais dificuldades sentidas. Importou também perceber quais os motivos que levaram a estes professores a lecionarem numa Universidade Sénior.

 

Biografía del autor

Ricardo Pocinho

Doutorado em Psicogerontologia pela Universidade de Valência- Espanha. Secretario,  Investigador e Professor na Escola Superior de Tecnologia da Saúde de Coimbra, Universidade de Coimbra. Investiga sobre aprendizagem ao longo da vida, questões sociais ligadas ao envelhecimento, demografia e natalidade.Doctor en Psicogerontología por la Universidad de Valencia, España. Secretario, investigador y profesor en la Escuela de Tecnología de la Salud de Coimbra. Sus trabajos de investigaciónabordan el aprendizaje durante toda la vida, los problemas sociales relacionados con el envejecimiento, la demografía y la natalidad.

 

 

Joäo Lacerda

Mestre em Ciências da Educação pela Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação da Universidade de Coimbra. Realizou uma Pós-graduação em Gestão do Envelhecimento e Administração Social na Coimbra Business School. Investiga questões em gerontologia, educação ao longo da vida e processos de formação de adultos. Maestro en Ciencias de la Educación en Facultad de Psicología y Ciencias de la Educación de la Universidad de Coimbra. Tiene un Posgrado en Gestión de Envejecimiento y Gestión Social por la Coimbra Business School. Investiga temas en gerontología, educación, procesos de educación permanente y adultos.

Gisela Santos

Mestre em Psicologia Clínica e Saúde. Psicogerontologia Clínica pela Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação da Universidade de Coimbra. Investiga na área da Psicogerontologia, sobre as questões da saúde e patologias cognitivas ligadas ao envelhecimento e sobre educação ao longo da vida. Maestra en Psicología Clínica y de la Salud-Psicogerontología Clínica de la Facultad de Psicología y Ciencias de la Educación de la Universidad de Coimbra. Investiga sobre psicogerontología en temas de salud y trastornos cognitivos relacionados con el envejecimiento y la educación durante toda la vida.

Publicado
2015-08-10
Sección
Artículos teóricos temáticos (ensayos y revisiones sistemáticas)